Depois de substituir o Fotos e despedaçar o Google+ em Hangouts e Streams, agora é a vez do YouTube ganhar mais autonomia da rede social do Google+, que não decolou como esperado. Em um post chamado “Tudo em seu devido lugar”, o Google anunciou, nesta segunda-feira (27), que não será mais obrigatório ter uma conta no Google+ para usar a plataforma de vídeos e fazer comentários.
Google+ (Foto: Divulgação/Google)
Bradley Horowitz, vice-presidente para os produtos Streams, Photos e Sharing do Google, conta que “nos disseram que o acesso a todas as suas coisas com uma conta Google torna a vida muito mais fácil. Mas também ouvi dizer que não faz sentido ter o seu perfil do Google+ como sua identidade em todos os outros produtos”, explica, introduzindo uma série de mudanças para os serviços Google. Por isso, Horowitz afirma que a gigante de buscas teve que repensar algumas ferramentas e aumentar a autonomia de dos produtos, para se adequar melhor ao perfil do usuário. O primeiro a contar com a novidade será o YouTube, que em poucas semanas não irá mais exigir conta no Google+ para acessar canais e permitir que, a partir de hoje, os comentários nos vídeos não apareçam no perfil do Google+.
"Nós decidimos que é hora de corrigir isso, não só no YouTube, mas ao longo de toda a experiência do usuário no Google. Queremos retirar formalmente a noção de que uma adesão Google+ é necessária para qualquer coisa no Google ... à exceção de usar próprio Google+", disse Horowitz no Google+.  Perfis Nos próximos meses, ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.