Durante a IFA 2015, maior feira de eletrônicos da Europa, que ocorreu em Berlim, Neil Hunt, CPO da Netflix, foi questionado sobre o motivo de não oferecer download de filmes e séries de TV. Esse é um recurso muito pedido pelos usuários e que, recentemente, foi implementado por concorrentes como o Amazon Prime Video, que ainda não está disponível no Brasil. A resposta do executivo, em outras palavras, é por que simplesmente não há interesse dos usuários.Lista tem 12 apps e dicas que todo assinante de Netflix deveria saber A visualização offline do acervo da Netflix seria um recurso excelente para quem viaja bastante ou simplesmente quer baixar os vídeos para consumo posterior, em momentos mais adequados. De acordo com Neil Hunt, a empresa não quer complicar o que precisa ser simples.
Nada de visualização offline para você (Foto: Divulgação/Netflix)
Hunt reconhece, porém, a utilidade do recurso e o apelo dos usuários. Mas, de acordo com as suas declarações, isso adicionaria uma camada extra de complexidade ao serviço, o que é desnecessário. Ele ainda afirma que a maioria dos assinantes não usaria tal função.Netflix vale a pena? Comente no Fórum do TechTudo. “Não acho que esta seja uma proposta atraente. É algo que muitos pedem, mas não tenho certeza de que tanta gente irá usar. Sem dúvida, [o recurso] acrescenta uma complexidade considerável à sua vida no Amazon Prime — você tem que se lembrar de que deseja baixar o vídeo. [A reprodução] não será instantânea, você precisa ter espaço disponível em seu...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.