Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Estamos na zona norte de São Paulo. Aqui, numa rua como tantas outras, encontramos um dos melhores exemplos de uso da tecnologia para automação residencial. 

O projeto  é a materialização do sonho de um engenheiro eletrônico. A ideia? Juntar tecnologia e sustentabilidade. João barassal, carinhosamente chamado de Professor Pardal, é o criador e desenvolvedor do projeto que foi batizado de Smart Eco House.

Ficou curioso? Então vamos conhecer a casa inteligente.

A casa demorou 4 anos para ficar pronta e foi desenvolvida em parceria com 55 empresas. Nossa primeira parada é aqui: uma tecnologia que tem chamado a atenção de muitos brasileiros. 8 painéis fotovoltaicos foram instalados para gerar energia elétrica a partir da luz solar. O bacana dessa história é que os preços dessas placas vêm caindo bastante, o que já torna o investimento possível em muitos casos.

Mas, o João foi além na história de gerar energia. Ele resolveu também usar a força dos ventos. Esse gerador eólico transforma a energia cinética do vento em energia elétrica.

Agora, o que chamou mesmo nossa atenção foi esse sistema inteligente, que gerencia todos os equipamentos da casa.

Você deve estar imaginando que instalar todas essas tecnologias numa casa deve ter feito o preço da obra subir bastante... e é verdade... João calcula que o custo tenha subido cerca de 40% - o que é bastante! Mas, ele aposta que a economia que terá, justamente graças ao uso da tecnologia, vai compensar e muito o investimento.

Outra vantagem de ter toda a casa controlada por um sistema único de dados é que todos os gastos – desde o consumo de água, passando pelo gás e a energia elétrica – são calculados automaticamente.

E, é claro, em tempos de smartphones, a casa se comunica com o morador por acesso remoto por meio de um aplicativo.

É essa casa é materialização do sonho do engenheiro, mas é também sonho de muitos que adoram tecnologia. Desde a segurança feita por câmeras com sensores inteligentes aos equipamentos smart como TV, aparelho de som e a luz ambiente, tudo é integrado e pode ser controlado de qualquer lugar.

Como a gente disse no começo, incorporar tecnologia às casas ainda é meio caro aqui no brasil – mas, como esse projeto mostra – pelo menos já é possível, ao contrário de anos atrás. E, apesar do investimento ser maior, é bem provável que o joão tenha razão e que o projeto acabe se pagando e até gerando lucros no futuro. É apostar na tecnologia.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.