A Copa Internacional de StarCraft 2 reuniu fãs e jogadores profissionais do popular game da Blizzard em dois dias de disputa intensa, entre 10 e 11 de setembro, com premiação total de mais de R$ 150 mil. O torneio teve domínio europeu e terminou com a vitória do dinamarquês Snute, que levou para casa o prêmio de U$ 18 mil (cerca de R$ 60 mil). As fases decisivas também valiam vaga para a BlizzCon 2016, onde será realizada a grande final mundial. Saiba como foi: Leia o review de StarCraft 2 Legacy of the Void Como funciona um torneio de StarCraft? Apesar de ser um dos primeiros jogos a utilizar o conceito de eSports, hoje StarCraft 2 tem outros games que disputam com ele a posição de principal do gênero. Mas o jogo de estratégia ainda se diferencia o suficiente para ter personalidade e funcionamento próprio em termos de torneios profissionais.
A taça da Copa Intercontinental de StarCraft 2 (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)
Para começar, em vez de equipes de vários jogadores, temos apenas um que controla a partida inteira, contra o adversário, claro. Os times existem e eles apoiam os “pro players”, mas na disputa só temos um contra um, cada um deles controlando as raças presentes no universo de StarCraft – Zergs, Terranos e Protoss. Além disso, o objetivo principal é derrotar as unidades dos adversários e, se possível, sua base. Nem sempre uma partida vai acabar com a destruição de uma base – em muitos dos casos uma gigantesca luta pode definir seu resultado e o oponente pode simplesmente pedir rendição. Se render em StarCraft 2 não é nenhuma “humilhação”, mas sim faz parte da estratégia.
Público acompanha a Copa Intercontinental de StarCraft 2 (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)
Também por este motivo as partidas costumam ser mais rápidas do que em League of Legends, só para citarmos um jogo de exemplo. Enquanto no LoL temos embates de 40 minutos a uma hora e meia, em StarCraft 2 eles podem durar até mesmo menos de 10 minutos. Tudo acontece muito rápido, seja na hora de fabricar novas unidades ou no momento de levar seu exército ao ataque. Um primeiro dia verde e amarelo Apesar de ter começado apenas no dia 10, as disputas do torneio também tiveram uma prévia, no dia 9 de setembro, com embates que não foram acompanhados pelo público e nem transmitidos pela web. Com um total de seis jogadores, a classificatória da América Latina reuniu nomes da Colômbia, México, Chile e Brasil – o vencedor disputaria o torneio principal, no dia seguinte.
O brasileiro Kelazhur se prepara...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.