Os novos iMacs passam a oferecer a possibilidade de upgrade de memória RAM e processador depois de cinco anos. A novidade foi descoberta pelo site iFixIt, especializado em guias de reparos e de desmontagem de eletrônicos.
Apple anuncia novo iMac Pro, o mais poderoso criado pela empresa A opção da Apple revela uma abordagem mais modular ao design dos computadores e permite que consumidores que investirem nas novas máquinas tenham a oportunidade de melhorar a performance dos computadores no futuro, apenas substituindo RAM e CPU, procedimentos inviáveis nas últimas gerações do iMac.
Possibilidade de substituição dos componentes dá ao consumidor a chance de aumentar a performance da máquina com o tempo (Foto: Divulgação/Apple) Embora o acesso à placa-mãe dos novos computadores da Apple não seja simples, uma vez exposta, ela revela slots convencionais para memória e soquete de processador LGA 1151, usado em qualquer placa que suporte os processadores de sétima geração da Intel.
Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular O modelo escolhido para a desmontagem foi o iMac de 21,5 polegadas e tela 4K, o menor dos novos computadores da maçã, equipado com configurações intermediárias: 8 GB de RAM DDR4 e processador Core i5 7400. Os últimos iMacs de 21,5 polegadas com memória removível foram lançados em 2013. O último modelo que permitia a troca de CPU foi lançado em 2012. É importante notar que, apesar do maior nível de modularidade do novo iMac de 21,5 polegadas, a Apple continua considerando a troca de RAM e CPU algo vedado ao usuário: adesivos na montagem da CPU alertam para o rompimento da garantia, caso sejam removidos, e, ao contrário do iMac de...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.