A quinta rodada do Brasileirão de Rainbow Six não trouxe grandes surpresas. Em busca de uma vaga nas semifinais da competição, Black Dragons e BRK e-Sports venceram sem grandes dificuldades seus respectivos jogos.

A BD, com o triunfo sobre a Team One assumiu a liderança temporária da competição com quatro vitórias e apenas uma derrota até o momento, e aguarda os jogos de FaZe Clan e Liquid para saber se permanece na liderança. Já a BRK, que bateu a Bootkamp, lanterna da competição, chegou a duas vitórias e três derrotas em cinco jogos, e ainda sonha com uma vaga na escalada, numa disputa direta com a Team One.

No jogo de abertura, a BRK enfrentou a Bootkamp num confronto de desesperados, já que ambas as equipes contavam com apenas uma vitória em quatro jogos. No duelo, a BRK dominou o mapa Oregon do início ao fim, e conseguiu uma vitória tranquila por 6 x 2. Eleito MVP da partida, Jaime "cyb3r" Ramos terminou o jogo com 12 abates e cinco mortes em oito rounds. Na próxima rodada, as raposas terão um difícil duelo com a FaZe Clan, que tentará retomar a liderança do BR6.

Na segunda partida da noite, a Black Dragons protagonizou um confronto que tinha tudo para ser marcado pelo equilíbrio. Considerado um dos times mais promissores do cenário brasileiro, a Team One chegou a quinta rodada com o mesmo retrospecto da BD, de três vitórias e uma derrota, e também buscava a liderança provisória da competição.

Black Dragons assumiu a liderança provisória do Brasileirão de Rainbow Six (Foto: Divulgação/Ubisoft e-Sports)

Black Dragons assumiu a liderança provisória do Brasileirão de Rainbow Six (Foto: Divulgação/Ubisoft e-Sports)

No jogo, cont

... udo, o domínio foi da favorita, impulsionada pelas atuações inspiradas de Gustavo "Psycho" Rigal" e João "Kamikaze" Gomes, que juntos somaram 19 abates no mapa Border. Após abrir 5 x 1, a equipe ainda viu a Team One ensaiar uma reação, mas fechou jogo por 6 x 3. Psycho terminou a partida como o MVP, com dez abates e cinco mortes nos nove rounds disputados. O próximo compromisso da BD será contra a Bootkamp.

Com a eliminação na Pro League Season 7 LATAM, após derrota na semifinal do qualificatório para a FaZe, a Black Dragons, que se notabilizou em 2017 pelas boas campanhas em competições internacionais, volta agora todos os seus esforços para conquistar o segundo título brasileiro de sua história. Com FaZe e Liquid, que representarão o Brasil nas finais mundiais da Pro League, dividindo seus esforços nas duas competições, a BD despnta mais uma vez como uma forte candidata a levar o BR6.

BRK vive momento turbulento com jogadores

Mesmo disputando uma vaga nas semifinais do Brasileirão, a BRK é de longe é a organização que vive o momento mais turbulento entre todos as orgs participantes. Há algumas semanas, o atleta Diogo "D1OGO1" Vieira chegou a ser afastado da equipe após criticar publicamente a org em sua conta no Twitter. D1OGO1 acabou retornado à equipe algumas semanas depois, mas já manifestou vezes o desejo de sair da equipe após o término do Brasileirão.

Outro jogador que deixou clara sua insatisfação foi Leone "oNe" Kayque, que neste sábado (05/05) também escreveu em sua conta no Twitter que deseja sair da BRK "o mais rápido possível". Outros jogadores que já defenderam a organização, como Léo "Zigueira" Duarte, também já criticaram o organização por problemas que vão desde o atraso no pagamento de salários até críticas à infrestrutura oferecida aos atletas.

Em busca de vaga na esclada, BRK vive momento turbulento com atletas (Foto: Divulgação/Ubisoft e-Sports)

Em busca de vaga na esclada, BRK vive momento turbulento com atletas (Foto: Divulgação/Ubisoft e-Sports)

Estreante no cenário competitivo de Rainbow Six, a Bookamp vem decepcionando até o momento no Brasileirão. Mesmo com a contratação de jogadores experientes e reconhecidamente talentosos, como Victor "Intact" Janz, campeão brasileiro e da Elix Six LATAM em 2016 pela Santos Dexterity, e Henrique "SSeiya" Sanchez, antigo destaque da NOX Gaming, a equipe tem acumulado maus resultados e tem hoje o pior aproveitamento da competição (20%).

Estreante no Brasileirão de Rainbow Six, Bootkamp tem a pior campanha da competição no momento (Foto: Divulgação/Ubisoft e-Sports)

Estreante no Brasileirão de Rainbow Six, Bootkamp tem a pior campanha da competição no momento (Foto: Divulgação/Ubisoft e-Sports)

Ainda que, devido ao sistema de escalada, terminar com a pior campanha na fase de pontos corridos não signifique o rebaixamento automático (mesmo a equipe derrotada na escalada tem a chance de disputar a permancência na elite contra o campeão da Série B), o desempenho abaixo das expectativas liga o sinal de alerta para equipe, que já não mais chances de classificação para a parte de cima da escalada.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.