Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O Facebook est? pensando em uma nova forma de levar Internet a mais pessoas. Com isso em mente, seu CEO, Mark Zuckerberg, anunciou um novo programa que pretende usar drones movidos a energia solar para permitir que moradores de ?reas isoladas de todo o mundo tenham acesso ? rede mundial de computadores.

Google trabalha em drone com design que lembra avi?o

facebook-rede-social-destaque (Foto: Veja como apagar seu hist?rico de pesquisas no Facebook (Foto: Reprodu??o/Andr? Sugai))Facebook projeto drone para levar internet ao maior n?mero de pessoas (Foto: Reprodu??o/Andr? Sugai)

Zuckerberg n?o revelou detalhes espec?ficos sobre o projeto, mas explicou, em um paper publicado no site Internet.org, que os drones possuem v?rias vantagens t?cnicas em rela??o a outros meios de transmiss?o de dados, como sat?lites. Alguns dos motivos apontados s?o que as aeronaves autom?ticas podem voar perto do solo para maximizar a pot?ncia do sinal e que podem ser monitorados com facilidade, al?m de serem mais baratos e capazes de gerar a energia necess?ria para funcionar sem depender de outras fontes.

As poucas informa??es dispon?veis sobre o drone apontam que ele ter? envergadura de pelo menos 35 m, mais largas que as de um Boeing 737, e pain?is solares para se manter voando por meses. Ele ser? capaz de voar em altitudes de cerca de 20 km, na qual pode emitir sinal forte o suficiente para cobrir a ?rea territorial de uma cidade de m?dio porte. Esta altura tamb?m situa o ve?culo em um local com clima est?vel e ventos de pouca velocidade. Isto ? importante por que permite que ele conserve energia suficiente para manter as baterias carregadas e continue funcionando ? noite.

Drones do Facebook ter?o envergadura maior que a de um Boing 737 (Foto: Reprodu??o/Facebook)Drones do Facebook ter?o envergadura maior que a de um Boing 737 (Foto: Reprodu??o/Facebook)

A expectativa ? que estas condi??es permitam que os drones permane?am no ar por meses ou at? anos sem interromper o servi?o. A altitude tamb?m ? inferior ao espa?o a?reo regulado e usado por outros tipos de aeronaves, o que permitiria que o drone retorne ao solo para manuten??o sem queimar na atmosfera, como aconteceria com sat?lites.

A equipe respons?vel pela cria??o dos drones ? composta de profissionais da ?rea de avia??o e comunica??es, incluindo t?cnicos da NASA e Ames, al?m da Ascenta, a empresa brit?nica respons?vel pelo Zephyr, o drone com maior autonomia de voo que usa energia solar.

Um dos desafios da equipe ? combinar a aeronave com FSO (??ptica espacial livre?), uma tecnologia que permite usar laser para transmitir dados no espa?o, aumentando a velocidade da conex?o. O sistema garante largura de banda e capacidade similares ?s atingidas por fibras ?pticas ao mesmo tempo em que consumem menos energia que microondas.

Isto ? poss?vel porque o feixe do laser usado ? menor, o que permite focar a energia em um ponto espec?fico, mas ao mesmo tempo significa que ele deve ser mirado com muita precis?o e sem nenhum obst?culo entre os dois pontos, como nuvens ou outras condi??es clim?ticas. ?? o equivalente a atingir uma moeda que est? a 16 km de dist?ncia, ou a Est?tua da Liberdade da Calif?rnia?, explica Zuckerberg.

Drones que entregam encomendas em 30 minutos, isso vai dar certo??Opine no F?rum do TechTudo

Como o projeto ainda est? em fase de desenvolvimento, ainda n?o se sabe quais ?reas remotas do mundo seriam contempladas com os drones. A expectativa ? que o projeto esteja pronto para ser lan?ado dentro de poucos anos, assim que todas as limita??es, incluindo a apresentada pelo FSO, sejam superadas.

Via Facebook, The Next Web?e?Internet.org

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.