Por Ana Letícia Loubak, para o TechTudo

09/03/2019 08h00 Atualizado 2019-03-09T11:00:53.962Z


Vídeos com fotos e músicas são slideshows ideais para reunir memórias de viagem, fazer uma retrospectiva ou homenagear alguém querido, por exemplo. Existem diversos programas que criam esse tipo conteúdo e dispensam conhecimentos avançados em edição de vídeo, sendo acessíveis a usuários leigos.

Por isso, a lista a seguir apresenta cinco softwares com recursos como transições, templates de texto, adesivos e filtros especiais para criar vídeos personalizados. Todas as plataformas selecionadas são de fácil aprendizado, com controles simples. Confira abaixo os pontos fortes e fracos de cada um dos programas e escolha o ideal para seus vídeos.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Movavi

O Movavi é um editor de vídeos versátil e fácil de usar, com a maioria dos controles intuitivos no estilo "arrastar e soltar". Disponível para Windows e Mac, a ferramenta apresenta uma linha do tempo prática que mesmo quem não tem familiaridade com esse formato de organização de projetos não enfrentará dificuldades. Entre os recursos do Movavi estão filtros para imagens e vídeos do projeto, transições variadas, adesivos para criar produções divertidas e títulos artísticos com tipografia no estilo pôster.

O grande destaque do editor é o seu assistente de montagem, uma ferramenta que permite criar vídeos em cinco passos simples: o usuário seleciona as mídias do projeto, escolhe um tema (que determinará o estilo de edição), os textos que aparecerão na tela, a música e a transição. Feito isso, é só pré-visualizar o clipe e exportá-lo para o formato desejado.

O Movavi é gratuito para teste por sete dias. A versão de avaliação exporta apenas metade da duração dos arquivos de áudio e deixa uma marca d’água com o texto “versão de avaliação” nos clipes produzidos. Quem deseja se livrar dessas limitações deverá adquirir uma licença do programa, com preços a partir de R$ 64,95.

2. Filmora

O Filmora é uma boa alternativa tanto para os usuários que querem criar vídeos simples quanto para os que desejam ir além do básico. O editor está disponível para PCs e Macs e apresenta um funcionamento bem simples: basta importar os vídeos, fotos e músicas que serão usados no projeto na aba “Mídia” e arrastá-los para a linha do tempo, adicionando os recursos que mais combinarem com o clipe que deseja criar. Mais completo e profissional, o Filmora traz não só templates de texto, transições e adesivos, mas também recursos mais avançados, como ajustes de cor e Chroma Key.

O diferencial do programa é, sem dúvida, a variedade de efeitos que se pode aplicar sobre o filme, desde os que simulam câmeras lomográficas e filtros do Instagram até desfoques bokeh. É possível ainda baixar gratuitamente outros packs de efeitos na loja do Filmora. A principal desvantagem do editor é que ele deixa uma marca d’água bem expressiva nos vídeos exportados na versão gratuita. Os usuários que não quiserem o logo do programa estampado nas suas produções deverão adquirir o plano anual por R$ 169,99, ou o plano vitalício por R$ 249,99.

3. ApowerEdit

O ApowerEdit (apowersoft.com.br/video-editor) é um software com interface bastante semelhante ao Movavi, mas sem a limitação dos sete dias de avaliação. Ao abrir o editor, é preciso escolher entre três formatos de projeto: 16:9 (panorâmico), 4:3 (tradicional) e 9:16 (retrato). A última opção é especialmente interessante para os usuários

... que desejam criar conteúdo para o stories do Instagram ou para o status do WhatsApp, por exemplo.

O programa traz templates de texto, transições e efeitos para adicionar aos clipes produzidos, mas esses recursos são menos variados se comparados a outros editores dessa lista, como o Movavi e o Filmora, por exemplo. Um recurso atrativo do ApowerEdit é a faixa exclusiva na linha do tempo para imagens e vídeos no modo picture in picture (PiP). Basta arrastar e soltar o arquivo desejado para o local e ele ficará em miniatura. A funcionalidade é interessante para fazer sobreposições e comparações de vídeos.

Usuários de Windows e Mac podem fazer o download do software gratuitamente, mas é importante ressaltar que o ApowerEdit deixa uma marca d’água nos vídeos exportados. Para removê-la, é preciso adquirir uma licença, com preços a partir de R$ 39,99.

4. Windows Story Remix

Disponível apenas para Windows 10, o Windows Story Remix vem como alternativa ao Windows Movie Maker, tradicional editor de vídeos nativo do Windows que foi descontinuado em janeiro de 2017. Não é necessário baixar o programa: ele funciona como uma seção do aplicativo “Fotos” do Windows 10. Para acessá-lo, o usuário tanto pode selecionar os arquivos que farão parte do projeto no Windows Explorer, clicar com o botão direito do mouse e escolher a opção “Criar vídeo” quanto abrir a opção “Editar e criar” dentro do Fotos.

O programa traz uma interface dividida em três categorias: biblioteca do projeto, storyboard e pré-visualização. O processo de edição é simples: basta escolher as fotos e vídeos, arrastá-las para o storyboard e adicionar uma música clicando no ícone de áudio acima da tela de pré-visualização. O usuário pode ainda acrescentar filtros, textos e um tema ao clipe para unificar o estilo de edição.

A galeria de efeitos 3D é o recurso do software que mais chama atenção. É possível acessar o vasto acervo do Remix 3D, importar uma imagem e animá-la com poucos cliques dentro do vídeo. Com todas as suas funcionalidades, o Windows Story Remix atende perfeitamente às necessidades dos usuários que querem produzir vídeos caseiros, mas pode desapontar aqueles que querem mais liberdade para editar elementos do vídeo.

5. Photo SlideShow with Music

A proposta do Photo SlideShow With Music é ajudar o usuário a criar vídeos nesse formato de maneira fácil e rápida. Junto do Windows Story Remix, o programa é o que mais se aproxima do usuário completamente leigo. Basta selecionar as fotos desejadas e incrementá-las com molduras, filtros e adesivos. Todos os controles do Photo SlideShow With Music estão concentrados numa única barra, na parte inferior da janela.

Como ponto positivo do editor, destacamos o rápido tempo de renderização e grande quantidade de músicas que ele oferece. Além disso, é possível adicionar áudios a partir da sua própria biblioteca de arquivos. Por outro lado, um aspecto bastante incômodo do software é a quantidade de anúncios e pop-ups que ele exibe na interface.

O Photo SlideShow with Music pode ser baixado na Microsoft Store (microsoft.com/pt-br/p/photo-slideshow-with-music/9nblggh67gf8) e está disponível apenas para Windows 10. Vale ressaltar que, embora gratuito, alguns recursos, como transições, por exemplo, estão disponíveis apenas na versão premium.

Como baixar video do Facebook? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.