Por Rodrigo Roddick, para o TechTudo

22/05/2019 10h47 Atualizado 2019-05-22T13:50:05.268Z


O Redmi 7 é um dos celulares que marcam o retorno da Xiaomi ao Brasil. O sucessor do Redmi 6 é a aposta da marca no país e traz ficha técnica intermediária, câmera dupla e tela com notch. Anunciado em maio de 2019, o preço sugerido é de R$ 1.299 (32 GB) ou R$ 1.499 (64 GB). Confira, a seguir, o comparativo entre os smartphones chineses.

Tela e Design

Uma grande diferença pode ser notada logo na tela dos aparelhos. A nova geração possui um notch em forma de gota, o que garante mais espaço à tela de 6,26 polegadas na parte frontal do Redmi 7. Além disso, o celular segue o formato 19:9, similar ao Zenfone 5 e Motorola One.

Já o Redmi 6 é mais tradicional e possui bordas mais espessas ao redor da tela. São 5,45 polegadas em formato 18:9, o mesmo do Galaxy S9. A resolução é HD+ nos dois casos, o que pode garantir menos detalhes durante a exibição de fotos, vídeos e textos.

Em comum, ambos os celulares possuem leitor de impressões digitais alocado na parte traseira. A câmera, apesar de posicionada na parte superior esquerda, possui disposição diferente entre os celulares: enquanto o Redmi 7 traz o conjunto na vertical, o Redmi 6 mantém os sensor na horizontal.

As cores do Redmi 7 são mais vibrantes e seguem uma tonalidade gradiente, com as opções azul cometa, vermelho lunar e preto eclipse. O Redmi 6 pode ser encontrado nas edições cinza, dourado, azul e preto.

Câmera

Os dois smartphones contam com sistema de câmera dupla e suporte ao Modo Retrato. Em comum, ambos trazem o sensor principal de 12 megapixels com abertura de f/2.2. A diferença fica pela câmera secundária, de 2 MP no Redmi 7 e 5 MP no Redmi 6.

A nova geração ganhou um aprimoramento na câmera de selfies: de 5 megapixels, o lançamento conta com resolução de 8 MP.

Desempenho e armazenamento

A ficha técnica intermediária marca presença nos dois telefones. Na prática, isso significa que eles podem alcançar bom desempenho em tarefas do dia a dia, com exceção de jogos e apps mais pesados.

As diferenças são graduais entre uma geração e outra. Diferentemente do Redmi 6, que conta com um processador da MediaTek (Helio P22, octa-core com velocidade de até 2 GHz), o Redmi 7 segue com o Snapdragon 632 (octa-core de até 1,8 GHz), da Qualcomm, o mesmo do Moto G7.

O Redmi 7 está disponível no Brasil com memória RAM de 3 GB e armazenamento de 32 GB ou 64 GB. O Redmi 6 possui as seguintes variantes: 3 GB + 32 GB e 4 GB+ 64 GB.

Ambos os telefones possuem suporte a cartões microSD.

Bateria

O Redmi 7 conta com bateria de 4.000 mAh, capacidade superior aos 3.000 mAh do Redmi 6. A expectativa é de que ambos passem um dia inteiro longe das tomadas.

Versão do Android

O Redmi 7 chega com ao Brasil com o Android 9 (Pie) enquanto o Redmi 6 é comercializado com Android 8 (Oreo) e não será atualizado para a versão mais recente do sistema. Ambos os celulares contam com personalizações na interface feitas pela fabricante.

... div>

Preço

O Redmi 7 é um dos novos celulares da Xiaomi que desembarcaram no comércio brasileiro em maio de 2019. O smartphone chegou ao país com o preço sugerido de R$ 1.299 (32 GB) ou R$ 1.499 (64 GB).

Sem previsão de lançamento no Brasil, o Redmi 6 é um celular de junho de 2018 com o preço sugerido de 466 yuans (cerca de R$ 583 em conversão direta). Vale lembrar que o celular é uma opção para quem tem viagem marcada ao exterior, uma vez que a importação via Correios é proibida, segundo a Anatel.

Via XDA Developers e Xiaomi



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.