O Google Glass deve ganhar uma nova versão equipada com um processador móvel da Intel em 2015. As informações são do jornal The Wall Street Journal, que destaca ainda as estratégias da Intel no sentido de promover o Glass e de marcar presença no crescente mercado dos dispositivos vestíveis.
Entenda como funciona um power bank, a bateria que recarrega celulares
Google Glass pode ganhar o reforço da Intel em 2015 (Foto: Divulgação/Google)
Embora não haja informação sobre qual modelo de processador da Intel seria oferecido no futuro Google Glass, o jornal norte-americano esclarece que a gigante dos semicondutores desenvolve uma série de produtos para chamar atenção dos fabricantes de produtos eletrônicos vestíveis. Como funciona o Google Glass, o óculos da Google? Descubra no Fórum do TechTudo.
Segundo a publicação, o plano da Intel envolve um novo processador extremamente compacto, o Quark. Criado sob o design x86, para substituir a unidade ARM da Texas Instruments, usada nas primeiras versões do Google Glass. O processador, que leva o nome de uma partícula subatômica, estará acompanhado de uma pequena placa, batizada de Edison. A placa, além do Quark, abrigará outro chip, o SoFIA, que reúne algumas funções controladoras com capacidade de conexão às redes de telefonia. Segundo o The Wall Street Jo...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.