Deletar aplicativos nativos do iPhone 6S e de gerações anteriores do celular pode se tornar uma realidade no futuro. A informação é do próprio CEO da Apple, Tim Cook. Esses aplicativos, que chegam a 30 no iOS 9, já vêm integrados ao sistema e não podem ser excluídos pelos usuários. Em entrevista ao Buzzfeed, Cook ressaltou que essa questão não é tão simples quanto parece. 
iPhone 6S: veja preços ao redor do mundo e descubra quem paga mais caro Segundo o CEO, não se trata de obrigar os usuários a ocupar espaço indesejado no telefone. “Existem alguns aplicativos que são ligados a algo a mais no iPhone. Então, se deletarmos eles, isso pode causar problemas em outras partes do aparelho”, afirma Cook.
Aplicativos nativos do iPhone podem ser removíveis no futuro (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)
Porém, esse não é o caso de todos os aplicativos nativos. "Ao longo do tempo, acho que vamos descobrir uma maneira de remover aplicativos que não estejam ligados a outras partes e, portanto, que não causariam problemas”, explica Cook. Ainda, o CEO diz reconhecer que algumas pessoas esperam por essa possibilidade, e afirma que estão estudando para que isso ocorra: “Nós queremos vê-los felizes”.
Qual smartphone da Apple vale a pena comprar? Descubra no Fórum do TechTudo. 
27 apps ‘obrigatórios’ Atualmente, são 27 aplicativos que não podem ser desinstalados nos celulares com iOS. Portanto, os dispositivos da Apple já chegam nas mãos do usuário com parte do espaço de armaz...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.