Os gamers mais novos podem não se lembrar, mas jogar videogames nem sempre foi tão simples quanto retirar o celular do bolso e abrir um aplicativo. Tudo surgiu com os fliperamas, caixotes de madeira que continham os games. Esses aparelhos, também chamados de arcades, podiam ser encontrados em casas de jogos e eram ótima opção para quem não podia adquirir consoles. Muitos títulos foram sucesso absoluto, por isso o TechTudo criou a lista com os 10 melhores que surgiram nos arcades.

Confira como jogar online e de graça os clássicos do fliperama

Street Fighter

A série Street Fighter é o maior exemplo de game que surgiu nos fliperamas e permanece até hoje em evidência.

Jogos de Fliperama estão entre os games mais nostálgicos de todos (Foto: Reprodução/Pond5)

A origem da franquia foi em 1987, mas apenas com o lançamento de Street Fighter II que a Capcom conseguiu um conceito de jogabilidade que parecia estar 10 anos à frente da concorrência. O game era tão rápido e impressionante que no ano seguinte a produtora lançou uma repaginação em que era possível jogar com os chefes.

O sucesso de Street Fighter II foi tão grande que, em 1993, a Capcom já havia faturado US$ 1,5 bilhões. O jogo que trazia Ryu e Ken foi lançado para praticamente todos os consoles caseiros como Super Nintendo, Mega Drive, 3DO e outros. A franquia teve seus altos e baixos, mas sobrevive firme e forte e Street Fighter 5 é um dos games mais aguardados da geração atual.

Donkey Kong

Donkey Kong é um game pouco conhecido no Brasil. Muitos jogadores não sabem que um dos primeiros sucessos da Nintendo veio dessa máquina de fliperama. Lançado em 1981, Donkey Kong era um game arcade que trazia o clássico gorila como vilão. O jogador controlava Jump Man, que mais tarde seria rebatizado como “Mario”.

O objetivo era salvar uma donzela em perigo. Para isso, Jump Man precisava saltar por barris jogados pelo gorila gigante. Ao imaginar o conceito de Donkey Kong, o então novato Shigeru Miyamoto usou referências como Popeye e King Kong.

Sucesso nos fliperamas, Donkey Kong foi portado posteriormente para NES e Game & Watch, e nem é necessário dizer como a franquia foi revitalizada na geração 16 bits com Donkey Kong Country para Super Nintendo.

Space Invaders

Em 1978 foi lançado um dos marcos dos jogos eletrônicos. Space Invaders é o primeiro game a conter uma trilha sonora. O jogador devia destruir invasores alienígenas e tentar sobreviver aos ataques.

O jogo de fliperama foi uma febre no Japão e o sucesso foi tão grande que ocorreu uma escassez de moedas de 100 yenes. A inspiração para a trilha

... sonora veio dos batimentos cardíacos. De tempos em tempos, os invasores se aproximavam mais, e a música do jogo ficava mais acelerada. Space Invader também foi o primeiro título a mexer com a imaginação das pessoas ao incluir monstros e criaturas.

Asteroids

No final dos anos 70 e começo dos anos 80, jogos com gráficos em vetores eram muito populares. Na época em que os games nem eram coloridos, já havia a base para a criação de títulos tridimensionais.

Asteroids foi lançado pela Atari em 1979. O título era praticamente uma versão para fliperamas de Space War, jogo criado por Steve Russell em 1962 para antigos computadores PDP-1. Porém em Asteroids o objetivo não é guerrear com outras naves, mas sobreviver a um cinturão de detritos espaciais.

Pole Position

Pole Position é o jogo de corrida para fliperamas de mais rápido crescimento. Apenas em 1983, ano em que as máquinas chegaram aos Estados Unidos, a Namco vendeu 21 mil unidades, alcançando o valor de US$ 61 milhões.

Pole Position foi criado no Japão em 1982 e teve sua ideia rapidamente copiada em diversos outros jogos que também foram sucesso, como, por exemplo, Enduro para Atari 2600. Estava ali o conceito de câmera usado em praticamente todo game de corrida desde então. Para lançar o Pole Position no ocidente, a Namco encomendou um desenho animado exclusivo para o público norte-americano.

Teenage Mutant Ninja Turtles

Jogos de bater e caminhar (Beat’em up), ou popularmente chamados apenas de “Briga de Rua”, sempre fizeram bastante sucesso nos fliperamas. Entretanto, a audiência desses games sempre foi bastante variada. Uns gostavam de Cadillac and Dinosaurs, outros de Final Fight, mas o título que consegue reunir todos os fãs do gênero é Teenage Mutant Ninja Turtles.

Lançado em 1989, Teenage Mutant Ninja Turtles iniciava o legado inesquecível da Konami na produção de games do gênero Beat’em up. Depois dele, a produtora lançou jogos que ainda hoje são lembrados como The Simpsons Arcade, X-men Arcade, entre outros. Teenage Mutant Ninja Turtles também foi um sucesso em outras plataformas como SNES e Mega Drive, mas apenas no fliperama era possível jogar simultaneamente com quatro pessoas.

Pong

Há uma certa discussão sobre onde exatamente “nasceram” os videogames. Mas ninguém discute quem transformou a brincadeira dos laboratórios de computação em negócio lucrativo. A Atari foi a primeira empresa a lançar uma máquina de fliperama no mercado.

Em 1972, Nolan Bushnel pediu ao engenheiro Allan Alcorn para desenvolver um game em apenas três dias. Com o orçamento estourado e sem a mínima ideia de como incorporar elementos pedidos por Nolan, Allan imaginou uma espécie de jogo de tênis, em que dois jogadores tentavam marcar a maior quantidade de pontos possíveis.

Dance Dance Revolution

Dance Dance Revolution é um dos poucos casos de jogos de fliperama modernos a ainda chamar a atenção do público mais jovem. Lançado em 1998, o game de dança em que era preciso pisar em um tapete com setas direcionais ainda faz sucesso hoje em dia.

O jogo teve versões para PlayStation 2 e até celulares, mas é nas máquinas de fliperama que o sucesso da franquia reside até hoje. Em 2006, escolas públicas do estado da Virgínia, nos Estados Unidos, incorporaram Dance Dance Revolution em um programa de exercícios para crianças.

Mortal Kombat

Em 1992, o mundo era pego de surpresa com combates violentos, mortes e o sangue de Mortal Kombat. Hoje, a violência do game pode parecer ridiculamente simples, mas na década de 90 foi o bastante para se iniciar vários debates sobre como os videogames impactavam as crianças.

Sucesso absoluto nos fliperamas, Mortal Kombat ganhou sequências que ainda hoje estão entre os jogos de luta mais jogados. Assim com Street Fighter, a franquia também passou por maus momentos, inclusive com a falência da Midway.

Pac-Man

É muito difícil encontrar alguém na faixa dos 30 anos que não tenha jogado Pac-Man na vida. O personagem amarelo que adora comer é a primeira grande estrela dos games, o primeiro protagonista. Antes dele, a maioria esmagadora dos games eletrônicos era sobre guerras ou naves espaciais. O personagem Pac-Man é quase sinônimo de jogos de fliperama.

O grande destaque de Pac-Man é o fato de ele ser um game de ação casual, no qual o personagem precisa comer para superar desafios. Foi um dos primeiros jogos a inserir o conceito de “power-up”.

Ao pesquisar assuntos para a criação de um novo game, Toru Iwatani queria atrair casais e mulheres para o mercado que, até então, era uma brincadeira restrita a garotos. Vários assuntos foram debatidos e ficou claro que o novo título tinha que ser sobre comida. Reza a lenda que a ideia de como o Pac-Man deveria ser surgiu ao pedir uma pizza.

Qual o melhor jogo antigo de fliperamas? Comente no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.