HDD é a sigla, em inglês, para Hard Disk Drive. No Brasil, esse componente é simplesmente chamado de HD ou de disco rígido. Ele tem uma função fundamental em seu computador: guardar todos os seus arquivos.

O que levar em consideração na hora de comprar um computador?

Porém, existem alguns fatores que é importante que os usuários saibam sobre este importante componente. Neste artigo, iremos abordar alguns deles, como as principais marcas, vantagens e desvantagens e seus principais usos.

O conceito de um HDD

HDDs são essenciais para qualquer computador (foto: Reprodução/Toshiba)

O Hard Disk Drive é, ainda hoje, a principal forma de armazenar dados em um computador. Mesmo com a existência do SSD, o atual substituto do HD, eles reinam na maioria dos PCs de mesa e notebooks.

No HDD fica armazenado o sistema operacional, ou seja, o seu Windows, Linux e até mesmo o Mac OS. Além do sistema, todos os programas também são salvos no HDD. Além disso, é bem provável que você salve todas as suas fotos, músicas, vídeos e documentos no HDD de sua máquina.

O disco rígido usa um prato magnético para armazenar os dados. Esses pratos são divididos em vários setores e trilhas que guardam os inúmeros bytes que compõem nossos arquivos. Um braço mecânico percorre toda a área do disco magnético lendo os arquivos que são solicitados pelo usuário ou sistema operacional. Como deu pra perceber, um HDD é um item fundamental em qualquer computador.

As principais marcas de HDD

A Seagate é uma das mais lembradas marcas de HDD do mundo (Foto: Divulgação)

Por ser um componente bem antigo, os HDs já atingiram um certo platô de evolução. Sendo assim, hoje não há grandes diferenças de qualidade entre um HD de uma marca e um de outra. Porém, ao longo desses anos, algumas fabricantes se sobressaíram e conseguiram sobreviver por décadas produzindo HDDs de qualidade.

Dentre elas, podemos citar a Seagate, a Samsung, a Western Digital, IBM e Hitachi. Claro que existem outras mas, atualmente, essas são as mais famosas e conceituadas no mercado.

Quando usar um HDD

Quando usar um HD? (Foto: Pond5)

Se você está montando um computador, é certo que precisará de uma unidade de armazenamento. Se for uma máquina de alto desempenho, o ideal é que essa unidade seja um SSD, dada a sua maior velocidade.

Porém, se você está montando um computador básico ou que servirá como um servidor de arquivos, um HD se faz essencial. Isso por que já é possível encontrar modelos de até 4 TB ou mais de capacidade e que possuem uma velocidade de leitura e escrita bastante razoável. O HDD é o componente que possui o valor por MB mais barato, ou seja, tem o melhor custo x benefício.

Vantagens e desvantagens

... 4" width="674">Vantagens e desvantagens de um HD (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)

A principal vantagem do HDD é, certamente, o seu preço. Discos rígidos de 1, 2 ou até 4 TB são bastante acessíveis se comparados com os SSDs, cujo custo por MB é bem alto. Assim, o custo x benefício dos HDs é imbatível, visto que podemos ter bastante espaço com pouco dinheiro.

Já a desvantagem é a sua lentidão. Por usar processos mecânicos e não eletrônicos, os HDDs não conseguem ler e nem gravar dados tão rapidamente quanto os SSDs. Assim, se você quer uma máquina que seja muito rápida, considere a compra de um SSD ao invés de um HDD.

Por que um computador não funciona em 64bits? Comente no Fórum do TechTudo.

Além disso, à medida que usamos um HD, os arquivos guardados se desfragmentam, deixando o acesso a eles ainda mais lento. De tempos em tempos, é necessário desfragmentar o HD, o que toma tempo e processamento do computador. Um SSD não exige nada disso.

Estas são as principais características e usos dos HDDs. Mesmo com o custo do SSD caindo, os discos rígidos ainda vendem bem e integram a grande maioria dos PCs em uso atualmente.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.