Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A aquisição de um imóvel é algo muito positivo na vida de qualquer pessoa. No entanto, se a escolha não for muito bem feita e condizente com as necessidades e expectativas dos futuros moradores, isso pode virar uma grande dor de cabeça no futuro.

Existem diversos fatores que precisam ser considerados antes de tomar uma decisão e fazer uma proposta efetiva. Diante dessa realidade, é essencial evitar os erros comuns na compra do primeiro apartamento.

Quer descobrir o que você não pode fazer nesse momento? Confira os 4 erros mais comuns para evitar na compra do primeiro apartamento!

1. Comprar por impulso

A aquisição do primeiro apartamento certamente faz aflorar diversas emoções nos compradores. É uma transação que possui um valor muito elevado e também significa muito mais segurança e tranquilidade por anos ou até mesmo décadas. Porém, esse é um momento no qual as pessoas precisam ser racionais e ponderadas.

Comprar por impulso é um erro muito comum, mas que deve ser evitado a todo custo. Os corretores podem ser bem persuasivos e não é raro que utilizem técnicas de vendas, como a criação de senso de urgência e argumentação. Não se afobe, analise bem a propriedade e só faça uma proposta quando tiver certeza.

2. Visitar o local apenas uma vez

Outro dos erros comuns na compra do primeiro apartamento é visitar o local apenas uma vez, se encantar com o imóvel e finalizar a negociação. Porém, você só vai conhecer de verdade as vantagens e problemas de um prédio ou do próprio bairro se for até em dias e até mesmo em horários diferentes.

O ideal é conversar com moradores e com o síndico, até mesmo para entender se você se encaixa no perfil da região. Ir de dia e à noite, bem como no final de semana, também dá uma perspectiva mais fidedigna de fatores como a segurança, o trânsito, o policiamento, a movimentação e o comércio.

3. Não pesquisar sobre financiamentos

Muitas pessoas acham que entendem tudo de financiamento, pois já viram amigos ou parentes comprando imóveis por meio desse tipo de modalidade. Porém, à medida em que o mercado imobiliário vai crescendo e se diversificando, o número de alternativas de crédito para esse tipo de aquisição também aumenta.

Diante desse contexto, é essencial que você pesquise muito bem quais são as opções disponíveis e evite a tentação de embarcar no primeiro negócio que parecer vantajoso ou interessante. Faça simulações, compreenda os riscos, analise os benefícios e faça a melhor escolha para o seu bolso e para sua família.

4. Ignorar os gastos extras

Ignorar os gastos extras também é um erro comum na compra do primeiro apartamento. É preciso ter em mente que, muito além da entrada e das parcelas, existem alguns custos consideráveis que vão incidir esporadicamente sobre o futuro proprietário. Ignorá-los, portanto, é o primeiro passo para arruinar seu orçamento.

A taxa de condomínio é uma delas e não costuma ser barata, especialmente nos grandes centros urbanos do país. Além disso, existem as tarifas com a documentação para legalizar a transferência, como ITBI, registro de imóvel e até mesmo a corretagem. Se você quiser mobiliar ou decorar sua nova aquisição, considere também essa despesa.

Agora que você está preparado para evitar erros na compra do seu lar, que tal aprender o que você deve ficar de olho ao avaliar suas opções? Veja aqui o que você precisa conferir antes de comprar um imóvel!

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.