Você viu uma oferta ótima na Black Friday, seguiu todas as dicas de segurança para comprar online e está na página de carrinho fechando a compra — ou sequer conseguiu chegar nela ao clicar no link da loja —, e não consegue finalizar a transação. Não há nada mais frustante no e-commerce do que um site que trava ou cai o tempo todo. Os motivos são vários e os prejuízos, principalmente para varejistas, são muitos. Quando dizemos que um site caiu, geralmente, significa que a plataforma de venda não conseguiu suportar a quantidade de acessos. Ou seja, de tráfego no momento.
Saiba como comprar com segurança; vídeo
Black Friday: cinco dicas para comprar com segurança
10 milhões de pedidos Para a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), só as lojas virtuais deve receber cerca de 10 milhões de pedidos. A associação prevê, ainda, que devem ser mais buscados os produtos de informática, celulares, eletrônicos, moda e decoração, com ticker médio de R$ 246. Já a Ebit, que é referência em dados sobre o e-commerce brasileiro, está mais otimista e estima média de R$ 695. Ricardo de Paola, CTO da Infracomerce, empresa que cuida de grandes lojas virtuais como Decathlon, Casas Bahia, Ponto Frio e outras, explica que a situação se parece quando uma casa tem uma rede elétrica precária e, ao ligarmos muitos aparelhos ao mesmo tempo, que consomem muita luz, a energia da casa cai. Para evitar que isso aconteça em plena Black Friday ou em outras festas como o Natal, o principal a fazer é a manutenção preventiva. "Assim como devemos manter a instalação elétrica em bom estado, trocar os cabos mais velhos, e etc, no caso de um site, precisamos monitorar constantemente sua performance, servidores e desenvolver soluções que o tornem cada vez mais ágil e robusto", diz.
Problemas com sites na Black Friday? Entenda porque sites ficam fora do ar (Foto: Pond5) Sobre os porquês que levam um site de loja online a fica fora do ar no maior período de vendas com descontos do ano, o especialista explica que são vários: os mais comuns são a grande quantidade de acessos simultâneos por causa de uma ou mais ofertas muito desejadas, erros na programação, infraestrutura mal planejada e, até mesmo, ataque de hackers. É preciso uma força-tarefa para evitar. Para não deixar a peteca — ou melhor, o site — cair, veja os ajustes necessários.
Bottleneck — gargalos Problema: O gargalo de acessos, também conhecido como bottleneck (pescoço da garrafa, em tradução livre), acontece q...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.