As câmeras fotográficas digitais tiveram um enorme papel na história da tecnologia. Sucesso nos anos 2000, muitos aparelhos já são considerados obsoletos nos dias atuais, mas, na época representavam uma nova era da fotografia. Apesar de não ter comparação com as de hoje, as máquinas fotográficas de décadas passadas trouxeram uma enorme praticidade e impressionaram muitos usuários.

Problemas que quem curte fotografia já passou e como resolver

Veja a seguir câmeras queridinhas e que deixaram saudade.

1. Kodak DSC-660

Câmera Kodak modelo DCS-660 (Foto: Divulgação/Kodak)

Considerada como uma das câmeras digitais com maior resolução do mercado para a época, a Kodak DSC-660 foi uma das máquinas queridinhas surgidas nos anos 2000. A câmera tinha incríveis 6.1MP de resolução, enquanto suas concorrentes variavam entre 1 e 2 MP. Porém, o design, apesar de moderno para a época, era bem robusto e pesado. O aparelho tinha aproximadamente 2kg.

2. Olympus E-10

Olympus E-10 foi a primeira câmera com display LCD (Foto: Divulgação)

A Olympus E-10 foi a primeira máquina DSLR a contar com um display de LCD, o que permitiu a visualização de imagens em tempo real. O aparelho substituiu o espelho de SLR original por um divisor de luz de entrada, que enviava informações tanto para o sensor quanto para o visor óptico.

3. Fujifilm Finepix S1 Pro

Fujifilm Finepix foi a primeira câmera com lente intercambiável (Foto: Divulgação/Fujifilm)

Conhecida como FujiFilm S1, a câmera inspirada na Nikon N60 foi a primeira DSLR com lentes intercambiáveis. Com 6.13 megapixels e um ISO 320-1600, a câmera aceitava lentes Nikon F-mount (1,5x multiplicador de distância focal), possuía Built-in Flash e era um pouco mais leve que os modelos anteriores, com aproximadamente 820g.

4. Casio Exilim EX-S1/EX-M1

Modelo Casio Exilim EX-S1 (Foto: Divulgação)

Para ultrapassar seus concorrentes, a Casio teve a ideia de integrar todos os componentes de uma câmera em um espaço minúsculo, deixando o equipamento bem menor. Com isso, a empresa saiu na frente das outras marcas com um aparelho bastante compacto – o que era algo totalmente inédito para a época.

5. Finepix, da Fuji

Finepix A205 tinha resolução de 2 MP (Foto: Divulgação)

As câmeras da Fuji também seguiram este modelo mais compacto e fizeram um enorme sucesso. O modelo A20

... 5 foi um deles, com uma resolução de 2MP e zoom digital de 3x. O grande problema deste equipamento era o alto consumo de energia, que fazia a bateria acabar rapidamente.

6. CyberShot, da Sony

CyberShot, da Sony, ficou famoso nos asnos 2000 (Foto: Divulgação)

As Cybershots da Sony fizeram tanto sucesso que é difícil encontrar alguém que não teve uma dessas na época. A primeira delas foi a DSC-F1, da Série F, que possuía 2 megapixel de resolução, flash embutido e uma particularidade: a lente na parte superior da câmera era giratória, em 180º. Depois, os outros modelos vieram com uma cara mais “profissional” e o equipamento carregava uma lente muito potente para a época, passando a ser óptico e de, no máximo, 5x de aproximação.

7. Cyber-Shot DSC TX7

A TX7 tinha design colorido e configuração melhor (Foto: Divulgação)

Com o avanço da tecnologia, as CyberShots da Sony acompanharam o movimento e em meados dos anos 2000 já possuíam até câmeras coloridas, como Cyber-Shot TX7. Com um zoom digital 4X, flash automático, 10.2 MP e uma tela de 3.5 polegadas, a máquina foi um sucesso enorme e é vendida até os dias atuais.

8. Samsung S 860 

A Samsung S860 vinha com 8 megapixels (Foto: Divulgação)

Forte concorrente das Cyber-Shots, as câmeras da Samsung também eram queridinhas pelos usuários da época. Com 8.1 megapixels, flash embutido, cabo USB e cartão memória e um zoom poderoso de 6,3x, os equipamentos faziam jus a fama e deixavam as máquinas da marca “superpotentes” para a época. O design fino também não ficava para trás.

Via PopphotoOnextrapixel e DigitalPhotographyTips

Qual é a melhor câmera de ação concorrente da Go Pro? <b>Comente no Fórum do TechTudo</b>

 



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.