Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O roteiro é clichê: família que se muda para uma nova cidade e vai morar em uma casa grande e bonita. Depois de alguns dias, fenômenos paranormais começam a acontecer e sempre tem um membro da família que apresenta comportamento estranho. Nos filmes de suspense e terror, as casas mal assombradas são mais do que cenários: elas podem ser consideradas também um personagem.

Para o Dia das Bruxas, comemorado em 31 de outubro, separamos 8 filmes nos quais as casas são tão importantes e memoráveis quanto o enredo e atuação dos atores. Depois de um bom thriller, fica na cabeça a lembrança dos sustos com o ranger dos degraus da escada, do medo na descida ao porão do personagem queridinho e do coração acelerado com uma faca mexendo na cozinha.

Confira a lista:

Horror em Amityville (1979)

Amityville: casa mal assombrada

Créditos: Horror em Amityville/MGM

O filme Horror em Amityville é um clássico das histórias de casas mal assombradas. Baseado em fatos reais, o longa se passa em Amityville, uma vila localizada no estado americano de Nova York. O endereço exato do cenário da história é a Ocean Avenue, número 112. No ano de 1979, a família Lutz se muda para a casa mesmo sabendo que um ano antes aconteceu um dos crimes mais terríveis dos Estados Unidos no local.

O filme conta a experiência de 28 dias do casal com os três filhos pequenos morando na casa. Ao abandonar a residência, a família relatou uma série de acontecimentos estranhos, como portas e janelas fechando sozinhas, a sensação de mãos os arranhando algo à noite e até mesmo a visão de fantasmas.

A família lançou um livro que deu origem ao filme. Vários investigadores se interessaram pelo caso de Amityville, inclusive o casal Ed e Lorraine Warren, famosos por cuidar de diversos casos paranormais. O casal concluiu que a casa era de fato mal-assombrada. Em 1978, a família Defeo, antiga proprietária da casa, tinha sido assassinada pelo filho mais velho. O rapaz matou os pais e os quatro irmãos a tiros de carabina. Depois de cometer o crime, Robert “Butch” Júnior alegou que a ordem veio de vozes que escutava.

Poltergeist (1982)

poltergeist: Casa mal assombrada

Créditos: Poltergeist/Flickr

A casa do filme escrito e produzido por Steven Spielberg existe e fica em Simi Valley, cidade localizada no estado norte-americano da Califórnia. A família que era dona da casa antes das filmagens ainda mora na residência, que foi parcialmente destruída por um terremoto em 1994. O local foi escolhido por Steven Spielberg por ficar em uma vizinhança de casas comuns.

Em Poltergeist, há uma mistura de terror com tecnologia. A família que mora na casa começa a ser assombrada por fantasmas até uma determinada noite, quando a filha caçula é sequestrada pela televisão. Entram em cena investigadores paranormais e os personagens vão descobrindo o significado de tudo que está acontecendo enquanto procuram resgatar a garota.

Durante e após o filme, produção e elenco passaram por momentos assustadores, tanto que se fala em uma maldição de Poltergeist. No mesmo ano em que o longa foi lançado, outro trabalho famoso de Steven Spielberg chegou aos cinemas, E.T. – O Extraterrestre. O filme também se passa em um bairro americano tipicamente residencial.

O Exorcista (1973)

Exorcista filme: casa mal assombrada

Créditos: O Exorcista/Flickr

Nove anos antes de Poltergeist, outro filme também teria deixado uma maldição no elenco. O Exorcista conta a história de uma jovem de 12 anos possuída por um demônio. No longa, a casa é o local onde se concentra grande parte da história. Uma das cenas mais memoráveis do filme acontece na escada da casa.

Durante as gravações de O Exorcista aconteceram situações tristes com atores e equipe de produção. Em um dos casos, um homem que cuidava da refrigeração do quarto onde foram filmadas as cenas de possessão morreu misteriosamente. Um ator que interpretou um personagem que morre na história morreu uma semana depois de terminar de gravar.

O Exorcista foi o primeiro longa do gênero terror a concorrer ao Oscar de Melhor Filme. A casa onde morava a personagem possuída fica no bairro de Georgetown, em Washington, capital dos Estados Unidos. Ela passou por algumas adaptações para ficar como aparece no filme.

O Iluminado (1980)

O iluminado hotel: casa mal assombrada

Créditos:  O Iluminado/Nelson Sirlin/Shutterstock

Uma das casas mal assombradas mais famosas do cinema mundial não é bem uma casa. Em O Iluminado, o ator Jack Nicholson interpreta um escritor se recuperando de problemas com álcool que se candidata para cuidar de um hotel enorme. Acontece que a proposta é trabalhar no estabelecimento enquanto ele está fechado durante o inverno.

Jack Torrance, personagem de Nicholson, precisará levar a esposa e o filho, que tem estranhos poderes psíquicos, para passar a temporada. Apenas os três ficam no estabelecimento e a partir desse ponto começam todas as cenas assustadoras. O filme é baseado no livro O Iluminado, do escritor Stephen King. A inspiração para a obra foi um hotel real.

No estado americano do Colorado, em meio a montanhas, fica o Stanley Hotel. Inaugurado em 1909, o estabelecimento virou atração turística após o filme. Além de aproveitar toda a natureza ao redor, alguns hóspedes relatam experiências sobrenaturais como ouvir vozes e ver luzes acendendo e apagando sozinhas.

Psicose (1960)

psicose: Casa mal assombrada

Créditos: Psicose/Flickr

Em Psicose, um motel faz parte do cenário principal. No filme do famoso diretor Alfred Hitchcock, o Bates Motel é um estabelecimento de beira de estrada, muito comum nos Estados Unidos. Por trás dele fica uma casa assustadora, residência do protagonista da história.

As ações de Psicose se dividem entre o motel e a casa. Os cenários ficam nos estúdios da Universal, próximo a Hollywood. Atualmente o filme ganhou uma série de televisão. Nomeada de Bates Motel, a história conta a juventude de Norman Bates, o proprietário do estabelecimento.

Diferente do filme, que Hitchcock escolheu fazer em preto e branco por achar que ficaria ensanguentado demais se fosse em cores, a série é colorida. A casa da família Bates teria sido inspirada no quadro “Casa ao lado da ferrovia”, do pintor norte-americano Edward Hopper.

O bebê de Rosemary (1968)

O bebê de Rosemary: casa mal assombrada

Créditos: O bebê de Rosemary/Flickr

O cenário do filme não foi uma casa, mas um edifício. O Dakota Building existe e é um dos prédios de luxo mais antigos de Manhatthan, em Nova York, e tem como vista o Central Park. No longa, o edifício ganha um novo nome e se chama O Bramford. A primeira cena de O bebê de Rosemary já destaca o local que será palco da história com uma vista aérea do prédio.

No filme, os responsáveis pelo tormento da personagem principal, interpretada por Mia Farrow, são os vizinhos. Na vida real, o Dakota Building foi o lar de John Lennon. O assassinato do ex-beatle aconteceu na frente do prédio no ano de 1980, 12 anos depois do lançamento de O bebê de Rosemary.

Yoko Ono, viúva de John, ainda mora no Dakota Building. Logo após a notícia do crime e do falecimento, uma multidão se reuniu na frente do prédio. Para ser um novo morador do edifício não basta dinheiro para comprar um apartamento. É preciso passar por um processo de avaliação de um grupo formado por moradores do Dakota, que tem entre eles a própria Yoko.

Invocação do Mal (2013)

Casa mal assombrada: Invocação do mal

Créditos: Invocação do Mal/Warner Bros

Dos filmes da lista, Invocação do Mal é o mais recente, mas já é considerado um clássico do terror. Baseado em fatos reais, o longa se passa nos anos 1970 e conta a história da família Perron. Os pais e suas cinco filhas se mudam para uma fazenda em Harrisville, no estado americano de Rhode Island. Na propriedade começam a viver experiências assustadoras.

A família pede ajuda ao famoso casal Ed e Lorraine Warren, o mesmo que investigou a casa mal assombrada de Amityville. Todos os moradores antes do casal Perron e suas filhas relataram casos de assombração na fazenda. Pessoas foram encontradas mortas na propriedade em diferentes situações.

A pior assombração da fazenda seria o fantasma de uma bruxa praticante do satanismo que morou no local durante século 19. Na história retratada no filme Invocação do Mal e nos relatos da família, o alvo principal dela seria Carolyn Perron, a mãe das garotas.

Os Fantasmas se Divertem (1988)

Os fantasmas se divertem: casa mal assombrada

Créditos:  Os Fantasmas se Divertem/Hooked on Houses

O último filme da lista mistura terror e comédia, além de fazer uma inversão dos roteiros tradicionais dos longas que falam de assombração. Os Fantasmas se Divertem é um clássico do diretor Tim Burton e brinca com a questão do exorcismo de uma casa mal assombrada. Dessa vez são os fantasmas que contratam serviços para expulsar os humanos.

A casa mal “assombrada por humanos” era apenas um cenário em uma vila no estado americano de Vermont. A propriedade acaba sendo o foco do filme. O casal interpretado por Geena Davis e Alec Baldwin precisa assombrar a casa por 50 anos, mas sente dificuldades quando ela é ocupada pelos novos donos.

A família que compra a residência muda totalmente o local e a princípio não se intimida com os fantasmas. É nesse ponto que os mortos precisam chamar a ajuda de um exorcista de humanos para ter sua propriedade de volta.

Conhece alguma casa mal assombrada? Faltou algum filme na lista? Deixe um comentário!


Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.