Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Você ainda está no aluguel e sonhando com a casa própria? O que você tem feito para sair dessa situação? As pessoas costumam dizer que vão juntar um dinheirinho primeiro para depois sair do aluguel e comprar a casa própria, mas será que elas se organizam financeiramente hoje para sobrar uma quantia no final de mês suficiente para concretizar esse planejamento?

Juntar dinheiro pagando aluguel é possível e não é desculpa para não correr atrás do sonho de ter o seu apê, pelo contrário: planejar-se e escolher bem onde morar nessa situação pode ser um excelente primeiro passo rumo à realização dele. Duvida? Então, confira!

Comprando à vista

Se você tem muita disciplina e pouca pressa em concretizar o sonho da casa própria, a melhor maneira de comprar seu apê é, enquanto poupa seu dinheiro, morar de aluguel em algum lugar onde o valor pago por mês seja menor do que a prestação do financiamento do imóvel que você escolheu.

Se a prestação do seu financiamento seria de 2 mil reais e você paga 1400 de aluguel, por exemplo, guarde a diferença na poupança ou em alguma outra aplicação mais rentável. Dessa maneira, você não apenas exclui o pagamento de juros da equação como ainda adiciona rentabilidade ao seu dinheiro poupado. No final, você se surpreenderá com o fato de atingir o valor total para quitar o imóvel à vista muito antes do que o período que gastaria para pagar todas as parcelas de um longo financiamento.

Além disso, por se tratar de uma poupança e não de parcelas de um financiamento, mesmo diante de algum imprevisto, como a perda do emprego, por exemplo, você não precisará perder o sono diante da obrigação de ter de pagar cada parcela até que as coisas se estabilizem novamente. Outro ponto positivo é que pelo fato de comprar um imóvel à vista, seu poder de barganha certamente será maior. Descontos significativos podem ser conseguidos na aquisição do imóvel à vista. Com esse bom desconto, a conquista do apê próprio passa a ser uma realidade e cabe no seu bolso.

Grande entrada + financiamento

Talvez, por diversos motivos, sua pressa seja maior para se mudar. Sendo assim, a ideia é a mesma, mas a dica aqui é tentar juntar o máximo possível para oferecer como entrada e financiar a parte restante. Uma opção interessante é ir até a construtora do imóvel desejado e fazer uma simulação do financiamento, dessa forma você poderá ter uma boa noção de por quanto tempo deverá aplicar o passo acima e a partir de qual valor de entrada já seria um bom negócio para iniciar o financiamento.

Além disso, como algumas construtoras possuem métodos próprios de financiamento, você pode se surpreender com algumas facilidades oferecidas quando a negociação é feita sem a necessidade de intermediários, como o parcelamento do valor de entrada, por exemplo.

Quer se inteirar de mais dicas e informações que ajudem você a concretizar a conquista do tão sonhado apê? Assine nossa newsletter e acompanhe as novidades do blog!

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.