Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A Huawei ainda está a sofrer com a proibição comercial dos EUA e é por isso que este fabricante tem trabalhado muito para criar os Huawei Mobile Services (HMS) como uma alternativa aos Google Mobile Services (GMS). Agora, o novo conjunto de serviços terá uma estreia mundial no evento de lançamento da Huawei e Honor em Barcelona, ​​que decorre a 24 de fevereiro. Ou seja, falta muito pouco para o lançamento do alternativa à Google!

Huawei: faltam sete dias para nascer a alternativa à Google!

Várias publicações chinesas estão a relatar que a Huawei vai apresentar a edição europeia da gama Honor View 30 no próximo evento. Lembro que os Honor View 30 e o View 30 Pro foram lançados anteriormente na China em novembro. Ora, o que sabe é que as variantes europeias destes smartphones serão as primeiras a chegar com os HMS e nós estamos ansiosos por os experimentar, dado que a l irá marcar presença nesse evento.

Mate 30 Pro com o seu ecrã Waterfall

O desenvolvimento dos HMS já estão em andamento há algum tempo. Foi lançado na China em dezembro, mas só estava disponível na versão beta. Também foi lançado com o Mate 30 Pro em países como Espanha e Indonésia. Mas, além do lançamento limitado do Mate 30 Pro, a disponibilidade de smartphones Huawei com HMS fora da China é muito limitada. Assim, a integração com os Honor vai representar um grande impulso para esta plataforma.

Estes novos serviços incluem o Huawei ID, a Huawei App Gallery, o Huawei Themes, a Cloud e muito mais. Também é esperado o lançamento com substituições de algumas aplicações Google para navegação, pagamentos, jogos e mensagens.

A Huawei necessita dos seus serviços de substituição da Google mais do que nunca. De facto, esta marca tem vindo a enfrentar um novo conjunto de acusações do governo dos EUA. Para além disso, os EUA cortaram a última extensão de licença pela metade. Isto significa que este fabricante tem apenas mais 45 dias para poder realizar negócios com empresas americanas selecionadas.

Entretanto, se as relações EUA-Huawei se deteriorarem ainda mais nas próximas semanas, a marca poderá não receber outra extensão de licença.

Será que vai significar o fim do suporte dos GMS para os dispositivos atuais da Huawei? Teremos de esperar. 

Neste momento, está na hora de a Huawei apresentar uma alternativa completa ao GMS. Um responsável da empresa já revelou que a Huawei não vai confiar na Google, mesmo que a proibição nos EUA seja revertida. Embora a Huawei mais tarde tenha dito que um “ecossistema aberto do Android” continua a ser a primeira escolha.

Na prática, o lançamento dos HMS são vitais para a empresa manter uma forte presença global. Caso contrário, poderá perder a sua posição no mercado global de smartphones para outros rivais chineses.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@l.pt.


Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.