Se você usa a internet há algum tempo é bem provável que já tenha passado por algum problema de DNS. Nestes casos, a solução mais comum é mudar os servidores DNS que sua máquina usa, definindo manualmente o DNS primário e secundário. Mas, qual a diferença entre DNS primário e secundário? Podemos escolher quando usar cada um?
O que é DNS? Confira no TechTudo.
Antes de sabermos a resposta a essas perguntas, temos de entender primeiro certos aspectos do funcionamento de uma rede de computadores, em especial, os servidores DNS. DNS (Domain Name System)
O protocolo DNS revolucionou a maneira como utilizamos a internet, possibilitando uma acessibilidade muito maior aos usuarios (Foto:Reprodução/jcnet)
Em uma rede de computadores, como a internet, cada máquina possui dois endereços. Um é o endereço físico, que é definido pela placa de rede. O outro, é o endereço lógico, definido pelo protocolo de rede que está sendo utilizado no momento. O mais comum é o TCP/IP. Se o sistema de endereçamento que estiver sendo utilizado, por exemplo, for o IPv4, cada máquina terá um endereço lógico no formato “a.b.c.d”, onde cada letra é um número de oito bits, variando de 0 a 255. Os endereços lógicos são também chamados de endereços IP. Suponhamos que o computador que hospede o TechTudo na internet, possua o endereço IP 200.123.123.7, por exemplo. Para você acessar o TechTudo do seu computador, seria necessário digitar o endereço IP dele no navegador, no caso 200.123.123.7. Agora, pergunte-se: é mais fácil memorizar...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.