Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.


Compartilhar:

Devemos considerar que a compra do imóvel ou a sua venda é um trabalho que requer conhecimentos comerciais e jurídicos. A transação de compra e venda envolve trâmites e documentos.

Se por um lado, o corretor deve ficar atento às qualidades do imóvel, por outro o cliente deve saber escolher o imóvel onde irá trabalhar ou morar.

É importante que o negócio seja intermediado por uma empresa especializada para ajudar no processo de compra e venda.

Como organizar a compra do imóvel?

Para o potencial comprador, é indicado verificar se os corretores da imobiliária possuem o registro no CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis). O CRECI é responsável pela fiscalização e por ajudar no acompanhamento das normas das transações imobiliárias.

Posteriormente, é importante identificar a qualidade da imobiliária no mercado, pois ela é a empresa que busca cumprir a função de intermediar a venda ou locação de um imóvel.

A imobiliária ajuda a oferecer casa ou apartamento para uma pessoa interessada em morar e, ao mesmo tempo, buscar selecionar bons imóveis para oferecer.

Existem pessoas que optam por utilizar a orientação de um corretor autônomo para realizar todo o processo sem a ajuda de profissionais especializados.

Avaliação do imóvel

A imobiliária também atua na avaliação da propriedade em relação à média de preço do mercado. Na compra do imóvel, visa analisar todas as informações e particularidades para definir um preço final justo e acessível no mercado.

Os corretores e as imobiliárias conhecem cada região na qual atuam, e conhecem os valores praticados. Dessa forma, eles evitam que um determinado cliente compre uma propriedade superfaturada.

Organização dos documentos

Quando um imóvel é divulgado e ofertado por uma imobiliária, geralmente toda a documentação está em dia e organizada para a compra.

Essa parte é essencial para reduzir o tempo da burocracia na transferência da titularidade, por exemplo.

É importante que a imobiliária apresente todas as documentações do imóvel revistas e regularizadas. Pois, pode acontecer de certos proprietários colocarem no mercado imóveis que são objeto de disputa de herança ou que estão impedidos de venda.

Nesses casos, a venda pode ser invalidada e o dinheiro com risco de perda. Geralmente, a compra de imóveis impedidos judicialmente somente é descoberta depois da compra, gerando pesadelos para o comprador.

Dessa forma, a imobiliária pode oferecer assessoria para verificar a documentação antes mesmo de incluir o imóvel em sua cartela de vendas. Isso ajuda a manter os potenciais clientes mais tranquilos na compra do imóvel.

Garantia jurídica

No Brasil, as leis e normas para a compra e venda de imóveis estão mais rígidas, porém escolher realizar a compra com a ajuda de uma imobiliária é melhor do que fazer a compra diretamente com o proprietário.

Dessa forma, a partir da assinatura e da confirmação da compra, o cliente se sentirá mais seguro a respeito da validade do contrato e de que suas cláusulas estão estritamente dentro da lei.

Habilidade de resposta

Devido à experiência de mercado e da formação jurídica, os profissionais que atuam no ramo imobiliário de forma legal conhecem as principais leis que norteiam o segmento de mercado.

A habilidade de resposta e orientação oferecida por uma imobiliária, evita que o cliente faça péssimos negócios ou acabe seja lesado em alguma etapa do processo de compra ou da venda.

Conclusão

Para o comprador que busca uma compra tranquila é indicado procurar empresas sérias que oferecem orientação jurídica e atendimento personalizado.

É importante que o cliente tenha noção dos riscos e das condições básicas no processo de compra, principalmente, verificar se o imóvel está com todas as taxas pagas em dia.

Compartilhar:


Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.