Bully, game de ação desenvolvido pela Rockstar, lançado originalmente para PlayStation 2, completa dez anos hoje, 17 de outubro, desde seu lançamento, em 2006. Atualmente, o jogo está disponível para PS4 e também na plataforma Steam. O game é de mundo aberto em terceira pessoa e segue a mesma proposta da série Grand Theft Auto (GTA), a mais famosa da empresa, mas é localizado no ambiente escolar do internato ficcional de Bullworth Academy.
Bully fica disponível para jogadores brasileiros no PS4 e Steam
Ações como andar de skate nos corredores da escola, fugir de vários inspetores chatos, estourar bombinhas no banheiro, arrumar confusão com adultos, lutar contra valentões ou juntar-se a eles são cotidianas no caótico universo do jogo. O que aconteceu com  Bully nesses 10 anos de existência? Confira as principais histórias, curiosidades e polêmicas que marcaram o título de sucesso. 
O personagem principal do jogo é Jimmy Hopkins (Reprodução/ Raul Pimentel)
O jogador controla o protagonista da história, Jimmy Hopkins, no violento dia a dia estudantil, se relacionando com diferentes grupos de alunos e pessoas, comparecendo a diferentes aulas e completando missões. Jimmy é forçado pela mãe e pelo padrasto a estudar em Bullworth, o que o torna um personagem um tanto rebelde e agressivo. Ao longo do jogo, ele pode ganhar ou perder respeito dos grupos sociais, o que pode gerar um comportamento agressivo ou pacífico dos outros alunos. A fórmula, mesmo sem apresentar novidades em produções da Rockstar, pareceu dar certo para os críticos. Constantemente referido por muitos como “GTA na escola”, Bully recebeu críticas muito positivas quando foi lançado. O storytelling — aspecto do jogo que se refere ao modo que se conta a história — foi particularmente elogiado pela maioria das reviews, assim como a variedade dos mini-games que formam aulas, nas quais Jimmy precisa passar para ganhar bônus como novos golpes de luta, novas habilidades de interação e novas armas. Esses elementos também podem ser conquistados através de missões.
Bully é repleto de violência e humilhação física e moral (Reprodução/ Raul Pimentel)
Na verdade, o jogo deveria estar comemorando seus 11 anos em 2016, porque foi originalmente anunciado para ser publicado em outubro de 2005. Atrasos no desenvolvimento do jogo, contudo, acabaram adiando em um ano seu lançamento.
Durante esses 10 anos, Bully foi relançado em diversas plataformas diferentes — PlayStation 4, Xbox 360, Nintendo Wii e PC,...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.