Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Acredito que todo mundo sonha em ter sua casa própria. Seja casado ou solteiro, para viver com a família ou investir no mercado imobiliário que está aquecido, construir seu próprio imóvel é uma grande vantagem e principalmente, traz segurança para o futuro. Por isso a gente separou um guia prático para ter o seu Construcard, o cartão da Caixa Econômica Federal que permite você comprar material de construção, armário embutido e até cozinha planejada. Ou seja, para construir ou reformar, o Construcard é um excelente negócio.

Você já tem uma conta na Caixa Economica Federal? Pois esta é a primeira dica: Quem for correntista da CEF tem benefícios, consegue retirar o valor total do financiamento na hora e não necessita de avalista. Para isso, basta ter o financiamento aprovado e  para isso você vai precisar dos seguintes documentos:

– 2 Cópias do RG e CPF;
– 2 Cópias Comprovante de Endereço – Tem que estar em nome do cliente que vai dar entrada no financiamento, e deve estar atualizado do mês em que estamos;
– 2 Cópias Certidão de Casamento – se casado;
– 2 Cópias Certidão de Nascimento – se solteiro;
– 2 Cópias Comprovante de renda dos três últimos meses – Contra Cheque;
– 2 Cópias da Carteira de trabalho – Página com foto, identificação e Registros;
– 2 Cópias do carnê do IPTU – onde será a obra ou Reforma IPTU do ano em que estamos;
– 2 Cópias da Declaração de Imposto de Renda – Se declarante com Darfs Recolhidas (não serão aceitas darfs com recolhimentos retroativos).
– Movimentação dos 3 últimos meses da conta bancária;
– Faturas de todos os cartões de crédito que possuir dos 3 últimos meses;
– Se possuir algum veículo anexar cópia do documento;
– Se possuir algum Imóvel ou terreno anexar cópia do documento

O limite de crédito liberado pela Caixa Econômica Federal para o Construcard varia entre R$1.000,00 e R$180.000,00. A taxa de juros do cartão vai de 1,40% a 1,85% ao mês. A CEF entende que se você está fazendo o cartão você vai construir e está gastando, mas se você não usar o cartão no mês seguinte, não paga. Existe uma carência de pagamento que vai de 2 a 6 meses. Se você pegar o seu cartão e não gastar nos 3 primeiros meses, você só começa a pagar o juros no 5 mês, com o juros somado ao valor gasto no mês anterior. A caixa ainda garante que se você pegar 50 mil reais em crédito e não usar o valor todo, o financiamento será recalculado e você pagará apenas o que usou. O Cartão expira em 6 meses, portanto se você tiver o crédito aprovado e liberado mas não usar em 6 meses o cartão perderá a validade e você deverá refazer todo o processo para retirar um novo cartão. Após usar o dinheiro e começar a pagar, o valor financiado pode ser pago em até 96 meses.

Para você saber quais estabelecimentos são cadastrados e aceitam o Construcard, acesse o site AceitoConstrucard. No site, os estabelecimentos estão organizados pelo ramo de atividade, estado, cidade e até bairro. Ou seja, muito fácil para você fazer suas compras num estabelecimento perto de você.

Uma das perguntas mais frequentes sobre o Construcard é se ele pode ser usado para pagar mão de obra. Infelizmente não. Para pagar mão de obra a sugestão é você fazer o financiamento chamado de Aporte, onde você dá algum bem que você tem em seu nome como garantia, e pega o dinheiro sem estar ligado aofinanciamento imobiliário. Outra dica é fazer a reforma o mais rápido possível, pois cada mês de obra os juros vão somando ao valor financiado;

Se você desejar, acesse o site da Caixa e faça uma simulação de financiamento online. Para fazer seu cartão, vá até uma agência da Caixa Econômica federal e converse com um gerente.


Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.