Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Família é tudo de bom: ela é a base para todas as conquistas e o apoio necessário em qualquer circunstância da vida. Por isso, muita gente decide continuar morando com os pais após casar.

Com a ideia de unir o útil ao agradável — ou seja, economizar sem abrir mão do aconchego com o qual está acostumado —, há quem teime em não sair de casa. Essa escolha tem suas vantagens, mas como fica o relacionamento do casal? Será que misturar família e relacionamento dá certo?

Se você não quer arriscar seu casamento logo no início, acompanhe a leitura e conheça os prós e contras de morar com a família depois de casar:

Prós e contras de morar com a família depois de casar

Vantagens

Do ponto de vista financeiro, é ótimo não ter que pagar aluguel. O dinheiro do casal, nesse caso, pode ser guardado para dar entrada em um imóvel próprio. Aliás, essa é a principal razão de muitos casais preferirem começar a vida na casa dos pais.

Há também o aspecto acomodação: a casa dos pais é o porto seguro com o qual muitos já estão acostumados, sendo necessário alterar pouco a rotina.

Desvantagens

As dificuldades de quem escolhe casar e permanecer com os pais surgem o tempo todo. Por mais que antes de casar a relação familiar fosse excelente, a tendência é que o casal não se sinta à vontade morando na antiga casa.

Situações nada cômodas, como dividir a cozinha e a lavanderia com os demais membros da casa e não ter praticamente nenhuma privacidade, acabam sendo frequentes. Dependendo do tamanho da residência, o que o casal diz e faz também acaba sendo compartilhado com os demais moradores.

Em casos nos quais o imóvel em que moram tem um só banheiro, ai é que a coisa complica de vez: privacidade igual à zero, e muita confusão nos horários de pico de uso desse ambiente, como manhã e noite.

Como a falta de uma casa própria abala um casamento

Um casal recém-formado tem muito que aprender a respeito um do outro e sobre a convivência a dois, o que envolve todos os aspectos da vida de casados — inclusive o financeiro. Mas, quando se evita sair de casa, as coisas não seguem seu curso natural.

Assim, para que elas sigam um rumo saudável e tudo dê certo, é fundamental o casal assumir a nova condição. E tudo que a acompanha, principalmente a necessidade de ter um cantinho só dos dois. Sem isso, o casamento sofre um enorme desgaste.

Indícios que está na hora de mudar

Quando o casal percebe que as vantagens de morar com a família são pequenas em comparação ao tamanho dos problemas que isso está provocando, é hora de mudar. Se tal fato ainda não ficou bem claro, atente-se a ocorrências de discussões, brigas e mal estares.

Essas dificuldades, se estiverem acontecendo, podem estar sendo provocadas pela falta de um espaço. Nesse caso, pense em financiar um imóvel. Afinal sua felicidade não tem preço, e nem pode ficar para depois.

Não é à toa que o ditado popular diz “quem casa, quer casa”. Em termos simples, esse dito aponta o caminho para o sucesso no casamento: sair de casa e conquistar o próprio lar. Por isso, veja de que jeito um imóvel se encaixa na renda do casal. Há financiamentos de diversos tipos: com certeza um foi feito para vocês!

E aí, identificou se este é o momento certo para sair de casa? Para tomar uma decisão consciente, assine nossa newsletter e receba em seu e-mail muitas novidades e dicas imperdíveis sobre imóveis!

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.