Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Se você tem interesse em usar seu fundo de garantia para ficar mais folgado na hora de dar uma entrada em um imóvel, saiba que é possível — e fácil — fazer isso. Neste post você aprenderá mais detalhes sobre como conseguir aproveitar melhor o seu FGTS para comprar o apê dos seus sonhos! Confira:

Você sabe o que é FGTS?

O FGTS é a sigla para Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, um direito de todo trabalhador de carteira assinada. O valor devido é depositado mensalmente pela empresa onde você atua em uma conta na Caixa Econômica Federal. Em média, corresponde a um salário extra por ano.

Se você for demitido sem justa causa, ganha o direito de recuperar esse valor. Porém, se você não tiver sido demitido, não pode solicitar a liberação do FGTS a não ser em algumas ocasiões. E uma delas é, justamente, a compra de um imóvel.

Como você pode sacar seu FGTS?

O processo para comprar um apartamento com seu FGTS não é complicado. Primeiro, você precisa verificar se atende aos seguintes requisitos básicos:

  • Apresentar três anos de registros em carteira (contínuos ou não);
  • Não ter um financiamento em andamento através do Sistema Financeiro de Habitação (SFH);
  • Não ter um imóvel residencial em seu nome no mesmo município;
  • Trabalhar ou morar no mesmo município em que fica o imóvel a ser comprado.

Depois, você precisará apresentar alguns documentos pessoais e do imóvel. Os principais são os seguintes:

  • Carteira de trabalho;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão de nascimento e casamento;
  • Carteira de identidade (IR) e CPF;
  • Certidão de matrícula e cópia do IPTU do imóvel.

Em seguida, você apresentará esses documentos a um agente financeiro de um banco ou de uma empresa de crédito imobiliário. O agente vai te ajudar a preparar uma solicitação de liberação do FGTS, que será encaminhada à Caixa Econômica Federal. Ser tudo correr bem, o valor do fundo será liberado em cerca de cinco dias. Mas fique atento: quando o FGTS for liberado, não será depositado em sua conta. Na verdade, ele vai diretamente para a conta do vendedor do imóvel.

O que mais preciso saber para comprar um apartamento com FGTS?

Duas coisas, pelo menos, são muito importantes nesse processo. A primeira é que o FGTS provavelmente não será o suficiente para pagar o apartamento à vista. Porém, você poderá usar esse dinheiro para dar a entrada e, então, negociar um financiamento do valor restante.

Algumas construtoras, por exemplo, possuem uma financiadora própria — o que pode te ajudar a encontrar as melhores opções para que o financiamento seja tranquilo. Vale a pena dar o maior valor possível de entrada para que as parcelas de financiamento sejam menores e sejam quitadas em menos tempo, sem que você tenha que se comprometer com financiamentos de muitos anos.

Outro detalhe é que nem todos os imóveis podem ser comprados usando o FGTS. Há uma série de regras, sendo o valor do apartamento a principal delas. O imóvel pretendido deve estar dentro das regras do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), cujo teto para a compra é de R$ 750 mil em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal, e R$ 650 mil nos demais estados. Para ter certeza de quais são as opções para comprar um apartamento com FGTS em sua cidade, você pode consultar um corretor, agente financeiro, ou simplesmente ligar para a construtora.

Agora que você já sabe como comprar um apartamento com FGTS, por que não acessa o site oficial do governo para conferir quanto há de renda no seu fundo de garantia? Descubra quanto é seu saldo de FGTS e já comece a planejar a aquisição do seu apê!

E então, pensando em usar o FGTS para ajudar na compra do imóvel? Ainda tem dúvidas? Entre em contato conosco ou deixe um comentário aqui no blog!

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.