Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Já pensou em sair do aluguel e se tornar proprietário do seu imóvel? Demais, não é mesmo? Comprar um imóvel é o desejo de boa parte dos brasileiros, e se você anda sonhando acordado com isso, saiba que a concretização desse objetivo pode estar mais perto do que parece! Para ter sucesso na tarefa, uma dupla de palavras faz toda a diferença: planejamento financeiro.

Colocando as finanças em ordem e agindo com cautela, em breve você pode ter as chaves do seu novo imóvel. Quer saber como? Então venha conferir como se planejar financeiramente:

Pense nas suas necessidades sobre o imóvel

A sua família vai aumentar em breve? Ou você pretende manter as coisas como estão por um período? Vai receber amigos e parentes em casa, ou esse não é o seu estilo?

Essas perguntas são importantes porque indicam parte das suas necessidades em relação ao imóvel. Afinal, não adianta comprar um apartamento com um quarto para uma família de cinco pessoas, mas também não é vantagem ter três quartos extras que servem apenas para acumular bagunça.

Por isso, reconheça quais são as suas necessidades em relação ao imóvel — tanto agora quanto no futuro — e defina o imóvel ideal para você.

Analise o seu orçamento e conheça suas possibilidades

Baseando-se no imóvel que deseja ou precisa, você terá uma boa indicação do preço que ele vai custar. Localização, tamanho e idade do imóvel são fatores que influenciam para cima e para baixo o preço final.

Depois de conhecer, ao menos por cima, quanto custa o imóvel dos seus sonhos, avalie o seu orçamento. Ao fazer isso, você vai identificar quais são as suas possibilidades financeiras, o quanto você tem guardado hoje, o quanto pode gastar ao longo do tempo e assim por diante.

Comece a poupar para a entrada

Uma vez que você tenha decidido pela compra do imóvel, comece a poupar de maneira imediata. Isso garante que você tenha mais dinheiro no momento em que decidir fechar a compra, o que favorece o seu poder de negociação.

Se você conseguir juntar todo o valor, por exemplo, poderá fazer uma compra à vista potencialmente com desconto. Já se você decidir financiar, quanto maior for a sua entrada, menor será a sua dívida e menores serão as parcelas.

Avalie a sua situação na carreira

Como anda a sua segurança no emprego? Essa é uma pergunta importante para o seu planejamento financeiro!

Se você tiver muita estabilidade e não precisar utilizar o imóvel agora, pode considerar comprar um imóvel na planta, por exemplo.

Já se você estiver ameaçado na sua posição, o melhor é poupar o máximo possível antes de se comprometer com a compra, já que uma demissão inesperada pode prejudicar os seus planos.

Faça simulações e corte gastos excessivos

Depois de avaliar tudo isso, você deve escolher a forma de pagamento, e é importante fazer simulações. Se você tiver todo o dinheiro para pagar à vista, por exemplo, analise qual seria o impacto no seu orçamento e se essa é, definitivamente, a melhor opção para você.

Já se você vai financiar, faça a simulação em diferentes locais. Se o imóvel for na planta, considere financiar junto da própria construtora, já que é um processo menos burocrático e mais barato.

Diante disso, é só escolher a melhor opção para você e começar a cortar gastos de modo a conseguir um orçamento equilibrado para comprar o seu lar!

Viu só como fazer um planejamento financeiro para a compra de um imóvel não é tão difícil quanto parece? Ao seguir esses passos, você não apenas se torna um feliz proprietário, como também consegue fazer isso com muito mais tranquilidade e equilíbrio!

Tem dúvidas sobre o financiamento imobiliário? Pois agora não vai ter mais! Confira nosso post com as 4 maiores dúvidas sobre financiamento de imóvel e fique mais perto de realizar o seu sonho!


Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.