Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Vou começar a falar deste tema logo a ‘matar’! É que a sua consola é basicamente um PC, tem é um Sistema Operativo proprietário extremamente limitado, que apenas lhe permite fazer aquilo que a Sony, Microsoft ou Nintendo querem que você faça.

Muito resumidamente, as consolas modernas são um autêntico PC, enfiado numa caixa de dimensões reduzidas, feita a pensar apenas e só no desempenho/preço.

Dito isto, uma placa gráfica não tem sempre de custar mais que uma consola. A grande vantagem do mundo dos PCs, é que pode construir uma máquina completamente à sua medida ou ao seu gosto… Quer tenha um orçamento extremamente limitado, ou dinheiro para dar e vender.



(Opinião) Uma placa gráfica custa mais que uma consola! Porquê optar pelo PC?

Portanto, estamos num mercado livre, por isso, podemos comprar aquilo que quisermos! Nem toda a gente tem de ter uma consola, nem um PC. Depende sempre de caso para caso. Dito isto, os consumidores interessados num computador para jogos, têm basicamente isto em mente:

Flexibilidade (Exemplo: Mods)

Sim, algumas consolas já são mais ou menos flexíveis, mas ainda têm muita sopinha para comer em comparação ao PC.

Retro-Compatibilidade

Esta é uma das grandes bandeiras da nova geração de consolas (PS5 e Xbox Series X), no entanto, pode pegar num jogo de PC lançado em 1997, instalar na sua máquina atual, e este vai provavelmente arrancar sem problemas.

Limitação dos gráficos

As consolas têm ciclos de vida limitados, sendo impossível atualizar os seus componentes. Ou seja, uma PS4 lançada em 2013, tem exatamente o mesmo hardware em 2020. Por isso, os jogos mais recentes já estão severamente limitados no grafismo. Isto não acontece no PC.

Jogos mais baratos

O PC Gaming é relativamente mais barato jogo a jogo. Isto graças às cada vez mais numerosas e populares plataformas digitais de venda, como a Steam ou Epic Games Store. Sim… Um PC pode ser muito mais caro em relação a uma consola, mas se for inteligente na compra dos componentes e dos jogos, é provável que fique a ganhar no fim do ciclo de vida da sua máquina

Jogos Indie

Se por acaso gosta deste tipo de jogos, um PC é obrigatório, visto não existir muito apoio a este segmento no mundo das consolas.

Alguns jogos não podem ser lançados para as consolas!

Alguns jogos são tão complexos, que precisam de ser lançados para máquina mais poderosas. Ou seja, o PC!

VR a sério? A resposta é o PC!

Existe uma razão para a Microsoft não apostar no VR na nova Xbox. A empresa sabe que o PC tem mais capacidades para este esforço, e é por aí que vai apostar.

Um PC não serve apenas e só para jogar

Como é óbvio, um PC é uma máquina multi-facetada. Pode realmente gastar alguns milhares num PC poderoso para trabalhar no seu dia a dia. Mas quando chega a noite, pode simplesmente ligar o RGB e começar a matar uns quantos ‘noobs’!

Conclusão

Em suma, com tudo isto não pense que eu sou um ‘hater’ do mundo das consolas! Nada disso, sou da opinião que o ‘sweet spot’ é ter um PC poderoso e uma consola para jogar os exclusivos que mais gosta.

No entanto, se tivesse de escolher apenas uma plataforma, seria sempre o PC.


Uma placa gráfica custa mais que uma consola! Porquê optar pelo PC? – Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@l.pt.


Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.